• webelosocial

Abril foi mês de avanços para o Sindetap Paraná

Atualizado: Mai 14


O presidente do Sindetap Paraná Wagner Miranda

Adiante e avante, assim segue o Sindetap Paraná. O mês de abril foi um mês significativo nos cumprimentos de tarefas e trabalhos em prol da concretização do Programa COOPERINER – Cooperativa de Resíduos Sólidos em conjunto com o Sindetap – Sindicato Nacional dos Decoradores e Tapeceiros.


No dia 14 de abril, na Associação de Catadores Recicladores de Curitiba e Região Metropolitana (ReciTorres), o presidente do Sindetap/Paraná Wagner Miranda e o vice-presidente estadual Carlos José Felipe, estiveram reunidos com a representante da Associação de Catadores Recicladores de Curitiba e Região Metropolitana 02 e 03 – Eco Cidadão, Claudete Napoleão de Almeida, e, o representante da ReciTorres Leandro Leite Cruz.


Na oportunidade, o Sindetap explanou sobre a realidade brasileira referente a destinação dos resíduos sólidos moveleiros, os agravantes da destinação inadequada dos mesmos; O que é a COOPERINER, e, as resolutivas que ela propõe em consonância com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) Lei nº 12.305/10.


Um dos questionamentos que surgiu durante a reunião foi: “Se um de nós fizermos parte da COOPERINER, não nos atrapalhará com o contrato que temos hoje com a prefeitura?”. O presidente do Sindetap respondeu que “como os materiais tratados pela cooperativa são distintos dos que hoje são tratados pela equipe de coleta da prefeitura, há princípio, não há nenhum impedimento”.


Reunião do dia 28


Da esquerda para a direita, o diretor de cooperativas de catadores de Curitiba Paulo Gomes, a representante da Associação Construindo Novos Lares Elizabete de Lara, e, o diretor estadual da ACDB Giulian Marcoccia

Em sequência, no dia 28 de abril, o presidente do Sindetap Paraná Wagner Miranda, o diretor estadual da ACDB (Assessores Coligados do Brasil) Giulian Felipe Marcoccia e a diretora seccional da Confederação Elo social Brasil Elessandra Marques do Nascimento Pandini, estiveram reunidos com representantes de cooperativas de catadores de Curitiba e Região Metropolitana.


A reunião aconteceu na Associação Construindo Novos Lares, representada por Elizabete S. M. de Lara que também é membro da Ação Social, e, com o diretor de cooperativas de catadores e da Defesa Civil de Curitiba Paulo Gomes. Ambos trabalham com cadastro de famílias de catadores.


Os assuntos abordados nessa reunião foram aproximadamente os mesmos da anterior, no entanto, questionamentos diversificados foram apresentados.


Esclarecimento


Durante a reunião, foi questionado como ficaria o trabalho das demais cooperativas de reciclagem diante a implantação do projeto das cooperativas do Sistema INER de Resíduos Sólidos.


Da esquerda para a direita, Wagner Miranda, Elizabete de Lara, e Giulian Marcoccia

Prontamente, o presidente do Sindetap Paraná Wagner Miranda respondeu ao questionamento: “A COOPERINER não veio para tirar nada que já existe no sistema de reciclagem, pelo contrário, a COOPERINER veio para contribuir com a destinação de um lixo que hoje não é reciclado, no caso, o moveleiro”.


No início das atividades, quando os membros da equipe do Sindetap iniciaram a apresentação do Projeto às cooperativas de catadores e recicladores, a maioria das pessoas que recebiam as informações e o que propunha o Sindicato, as recebiam com desconfiança e receio, considerando uma “proposta boa demais pra ser verdade”, alguns viram até como concorrência de seus trabalhos. Porém, com o andar e estruturação do projeto, as desconfianças estão sendo deixadas de lado, e, as pessoas estão vendo com mais clareza que esta é uma ação que traz benefícios não somente aos que estão à margem da sociedade, como também, resolvem muitos problemas sociais e de cunho ambiental, onde todos os cidadãos são beneficiados.


Outro questionamento pertinente foi: “A latinha, o papel, o plástico e o papelão, como ficam?”, o qual foi respondido: “Nós não reciclamos esse tipo de lixo, nosso material é o lixo moveleiro, mexemos com restauração de móveis”.

Escrito por: Jornalista Jaqueline Baltokoski Meneses MTB008815/PR.

61 visualizações

Instituição responsável: SINDETAP - Sindicato Nacional dos Decoradores e Tapeceiros

Diretoria de implantação de projeto: Rua Cecília Bonilha ,145

São Paulo (Capital) - Telefone: +55 (11) 2528-8085

"Movimento Passando o Brasil a Limpo".

© 2019 - Todos os Direitos Reservados